De novo. Já virou rotina. O mercado do azeite virou uma vergonha nacional. O Ministério da Agricultura pegou mais uma fraude na produção de azeite das muitas que têm ocorrido nos últimos anos em nosso país. De um lado empresas inescrupulosas e de outro as vítimas de sempre: os consumidores brasileiros.

Não compre estas marcas:
Évora, Quinta Lusitana, Quinta D’Oro, Costanera, Oliveiras do Conde e Olivais do Porto

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento proibiu a comercialização dessas marcas pois são produzidas com outros óleos diferentes do de oliva e por isso foram consideradas impróprias para o consumo. Os supermercados não podem vende-las e devem notificar às autoridades os estoques que têm. Se colocarem à venda dever ser denunciados.

Sugerimos que os consumidores não só boicotem essas marcas como nunca mais as comprem. A punição precisa ser dura e eficaz para que as empresas responsáveis nunca mais repitam essas atitudes como têm feito ao longo dos últimos anos. Outros produtores também precisam perceber que o consumidor brasileiro não aceita mais ser enganado. BASTA DE FRAUDES NO AZEITE DE OLIVA, produto adquirido pelos consumidores como saudável e muitas vezes parte de tratamentos para a saúde. CHEGA!

COMPARTILHEM ESSA NOTÍCIA PARA SEUS CONTATOS. É A DEFESA DO CONSUMIDOR COMO ATITUDE.

azeites-fraude Atenção - Fraude no Azeite! Não compre estas marcas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *