sweets-strawberry-cake-fruits Comida de rua é regulamentada em São Paulo

Foi assinada ontem pelo prefeito Fernando Haddad a lei que regulamenta o comércio de comida de rua na cidade de São Paulo. Até então apenas os dogueiros tinham permissão de praticar esse tipo de venda. A partir de agora, quem quiser vender comida pelas ruas de São Paulo terá que se adequar às novas regras, inclusive quem já tinha permissão para essa prática, como é o caso dos vendedores de hot dog.
Dentre as exigências, um dos principais pontos da nova lei é a proibição da venda de bebidas alcoólicas. Além disso, as barracas, furgões e carrinhos deverão ficar em calçadas, parques, praças e ruas a pelo menos 5 metros de pontos de ônibus e faixas de pedestres e a 25 metros de locais que comercializam alimentos.
Poderão ser comercializados alimentos frescos perecíveis ou industrializados. Para obter a licença junto à prefeitura é preciso ser Pessoa Jurídica ou Microempreendedor Individual. Essa licença custará anualmente 10% do valor do metro quadrado da região, levando em conta o tamanho do veículo ou barraca que o vendedor deseja instalar. O mínimo deve custar R$ 192,00.
Boa notícia, não? Agora quem vender comida de rua deve ser registrado, e a gente espera que assim a qualidade aumente e São Paulo tenha cada vez mais comida boa por preços justos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *